domingo, 17 de abril de 2011

Em seus braços e abraços!

Tantas coisas...
tantos sentimentos...
poucas certezas...
me sinto num labirinto, onde não vejo saída, e não me lembro por onde entrei!
Cássia Eller disse na música " Por Enquanto" que nem desistir, nem tentar, estamos indo de volta pra casa!, mas qual é a nossa casa? Qual é o nosso verdadeiro lugar?
As vezes me sinto como numa grande fila de metro a espera do meu lugar que não sei direito onde é.
Tanto o que fazer e minha opção é inércia!
o que é o movimento?! Quero sentir a brisa leve que faz voar meus cabelos, sentir aquela incrível sensação de que estou me encontrando num meio muito estranho de um monte de incertezas sobre o futuro!
Quando vou conseguir me mexer e ver onde é o meu lugar? Onde me encontro? onde me coloco? onde me encaixo?
Paro, penso e derrepente sinto...
que existe um lugar que é só meu!
os seus braços!

Nenhum comentário:

Postar um comentário