domingo, 5 de junho de 2011

os sopros do Destino

Domingo frio de "quase" inverno no Rio Grande do Sul!
depois de uma tarde de um sol, ensolarado aquecendo um pouco os rostos e um vento minuano balançando os cabelos, paro agora por volta das 9 horas da noite e escrevo sobre mim, sobre o vento, sobre a liberdade, mas principalmente sobre o destino.
Porque encontramos a pessoa certa na hora errada?
Porque atravessamos a rua na hora certa?
Porque temos escolhas que são quase que intuitivas, escolhas que nos fazem alegres ou tristes, mas escolhas que somos encapazes de escapar!
Dizem os muçulmanos em seu sabio "Alcorão" o livro Sagrado que nosso destino já está traçado no momento em nascemos. E que quando não seguimos nosso destino estamos jogando nossa sorte no vento. Makitube, estava escrito.
Amores, amigos, momentos felizes ou daqueles que não queremos nem lembrar!? Tudo tem um porque, um porém.... um sentido....
de encontrar a chegada, de ver a bandeira quadriculada, de vencer...
de saber que a vida me preparou para esse momento, antes eu estava imaturo, mais tarde eu estaria maduro demais...
o momento é agora, a hora era aquela!
Então eu não olho pra traz, eu paro tudo e deixo esse mesmo vento que podemos jogar a sorte me levar....
e apenas viver ....
encontrei paixões, encontrei decepções, encontrei soluções... mas principalmente lições!
o destino é sim jogo de rimas! de prosa e verso, uma melodia agradável que quando mais precisamos vira rock metal!
Nada acontece sem um verdadeiro sentido, um verdadeiro porque, aproveite esse vento gélido e voe...
para o calor, para o frio... pra onde quiser... porque o destino é seu...
mas voe.... viva... sinta a incrível sensação de ser e de poder ser quem você é...
e fazer feliz quem você ama...
que se vocêconseguir seguir a receita a risca.... simplesmente me ensine...
porque o destino será quente pra você, aconchegante e confortante......
mas se não conseguir....
erre, erre, mas não tenha medo de errar mais uma vez....
tentando acertar!
SEMPRE......

deixe o vento levar o mal e trazer o bem!

e pra terminar esse breve post quero deixar o trecho de....
Uma música de Nando Reis, que diz: - estranho, seria, se eu não tivesse me apaixonado por você!


Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário