quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Futuro Bom!!


Retorno as minhas crônicas com pensamentos  de um futuro simples e bom... para os dias que irão vir...
Penso que por muitas vezes desejei coisas absurdas e quis buscar uma estrela no céu... hoje em dia quando me defronto na virada de mais um ano, onde revejo alguns sonhos e ideais, volto a mim e percebo que o que desejo para o futuro são duas cadeiras de balanço em uma varanda com muitas flores, pensamentos bons na cabeça  e sentir a mão daquela pessoa que tanto amo, saber que nossos filhos estão criados e podem encarar a vida sem medo.
Para o futuro, desejo uma cozinha bonita, com tijolos a vista e muitas panelas para encher de felicidade e distribuir a todos com quem convivo.
Quero ter forças para ter um bom ombro, para oferecer muitos colos, para roubar muitos abraços, para ajudar quem me permitir.
Nos meus dias que virão quero que Deus me dê sabedoria, para aconselhar quem necessita, e boas pernas para correr atrás de meus sonhos...
Quero ter um “mertiolati” em casa para passar nas feridas, pois elas são inevitáveis, mas preciso curar-me logo delas, assim posso aprender com elas, ou as cometer novamente.
Para os dias do meu futuro, quero ter aquela mão segura a me apoiar, aquele que sabe meus defeitos, minhas qualidades, sabe que uso 44, gostaria de usar 36 e mesmo assim me ama  incondicionalmente.
Quero para os próximos dias que Deus esteja comigo, para guiar me e proteger todos aqueles que amo.
Para o futuro quero sempre um bom livro de cabeceira e que aja sempre bons noticiários na TV, para me lembrar sempre que existe fome em algum lugar e que eu poderia ajudar alguém necessitado.
Quero no futuro falar sobre boas coisas, boas notícias, boas receitas, bons momentos e saber que se nesse dia eu conseguir falar de tantas coisas boas é porque aprendi a valorizá-las em minha vida e lutei com muito esforço para consegui-las.
Nos próximos dias quero compreensão para saber julgar com clareza o que é certo ou errado, pois não importa o quanto estudamos ou sabemos, para julgar, mas o quanto somos compreensíveis quando nos deparamos com situações adversas.
Por fim, espero que nos dias que virão, eu esteja respirando um ar puro, enchendo os pulmões de vida, olhando para traz e vendo como o que vivi até então foi maravilhoso e ter a plena certeza que nos dias do futuro o meu grande desejo será realizado e eu estarei: FELIZ.

Quero dedicar essa crônica ao meu grande companheiro de alma....

Te amo meu amor....