domingo, 4 de setembro de 2016

Voltando para casa

E um minuto tudo aquilo que parecia certo, já não é mais,
Naqueles 60 segundos em que eu descobri que não era mais você!
Tive que me despir e começar tudo de novo, como se eu não pertencesse mais a mim mesmo e não pertencesse mais a você e nem a esse mundo.
Foram aqueles milésimos de segundo em que vi aquela mensagem, vi que nosso amor não tinha acabado, mas que ele já não existia mais, e isso foi muito estranho e me deu medo, pois eu não sabia mais o que seria do meu futuro, aquele em que planejei todo com você do meu lado, e sempre quis do fundo do coração que aquilo acontecesse verdadeiramente, em uma mensagem de celular eu desconstruí todo aquele sonho, como tijolos da casa que a gente não construiu, naquele momento eu vi o rosto dos filhos que não iriamos ter e a festa de casamento no campo em que sempre sonhamos.
Em um minuto não conhecia mais você, naquele minuto eu não sabia onde estava e só tinha vontade de não estar ali, vivendo aquilo, queria estar em casa com meus pais, debaixo das cobertas chorando, com frio, sozinha, mas eu não conseguia nem chorar, eu não conseguia sentir raiva, eu simplesmente não conseguia....É como se o amarelo da nossa casa, não combinasse mais com os raios do sol, e que minhas flores em cima da mesa da sala não fizesse mais o mesmo sentido.
Quando as lagrimas correram pelo seu rosto eu não sabia o que dizer, pois o meu coração estava congelado, inerte, eu não pensava que você seria capaz de fazer o que fez, mas eu já nem julgava mais suas atitudes, eu simplesmente queria era tentar recomeçar.
Você, eu ainda me lembro do toque de suas mãos, grossas do serviço no campo, me lembro do toque, seu toque não mudaria, assim como seu jeito, assim como o que você fez também não mudaria, então o nosso recomeço juntos seria em vão.
Hoje ainda penso em você, penso nos 7 anos, mas aos poucos deixou de ser importante, aos poucos consegui deixar pra traz as lembranças dos cachorros e do cheiro de vida que eu sentia quando estava com você, deixei tudo pra traz, mas principalmente sonhos, aqueles nossos, mas passou... Hoje consigo olhar pra porta, consigo entender o fim, consigo entender , consigo dizer que você foi nada mais que INFIEL.

(Baseado em fatos reais)



Um comentário: